Rensoftware disponibiliza e-book que esclarece tudo sobre a NFC-e

Material explica de forma clara as funções do documento, como instalar, usar e a importância para as empresas e consumidores

No site da Rensoftware, o empresário encontrará um e-book gratuito que explica de forma breve e com clareza tudo a respeito da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e), que já é obrigatória em vários Estados onde a Rensoftware está presente e passou a vigorar no Tocantins desde 1º de janeiro deste ano.

Para baixar o e-book é fácil, basta acessar o link https://bit.ly/2srq0sZ

O material traz detalhes sobre o que é a NFC-e, para que serve, vantagens ao consumidor e estabelecimentos, entre outras informações. O novo sistema dispensa o uso do equipamento emissor de cupom fiscal lacrado e fiscalizados pelos órgãos competentes e permite a utilização de qualquer impressora não fiscal, térmica ou laser, o que reduz a burocracia e o custo com equipamentos.

“Trata-se de uma evolução na relação de consumo em nosso país. As notas passam a ficar disponíveis no formato digital e o cliente recebe um pequeno documento de comprovação, que contém um QR Code para acessar a NFC-e. A Rensoftware já está adequada a esse sistema há alguns anos para atender nossos clientes de outros Estados”, informa o CEO Founder, Renye Costa.

Informações claras e acessíveis

A NFC-e vai facilitar a identificação, pela Secretaria Estadual da Fazenda, de quanto deverá ser contribuído em impostos para os cofres públicos toda vez que for realizada uma venda. O consumidor poderá consultar o documento digitalmente pela leitura de QR Code. Esse código direciona à uma página online, onde se encontram todas as informações pertinentes a NFC-e emitida.

“A Rensoftware possui hoje, no Tocantins, a menor versão da nota no mercado, garantindo ao lojista mais economia em bobinas de papel, podendo chegar a 60% de redução”, reforça Renye.

Software

Para dispensar o uso do cupom fiscal, o empresário precisa de um software que responda de forma satisfatória a esta nova era digital. A Rensoftware já desenvolveu o SUPERSCE NFC-e, que é testado e regulamentado em todos os Estados.

Adesão

Para as empresas que tenham o interesse ou necessidade de emissão da nova nota é preciso possuir acesso à internet e ser credenciada como emissor de notas fiscais eletrônicas na Secretaria da Fazenda do seu estado.

“Se a sua empresa possuir unidades em vários Estados diferentes do Brasil, é preciso se credenciar na SEFAZ de cada um deles. Além disso, é necessário o Certificado Digital, que é um documento que vai garantir a autenticidade da NFC-e emitida pela empresa”, lembra Renye.



2 Comentários

Deixe uma resposta