Qual a importância de um software de gestão para as distribuidoras?

As empresas que desejam realmente permanecer no mercado precisam automatizar suas respectivas gestões o quanto antes. Na verdade, trata-se de uma atualização que já vem acontecendo em ritmo acelerado, principalmente em empresas distribuidoras.

De fato, é difícil imaginar uma dessas organizações que seja bem-sucedida sem a adoção de um software de gestão eficaz.

A necessidade de um sistema integrado e ágil é diretamente proporcional ao volume de mercadorias e de transações comerciais. Seja como for, esse cenário é bem condizente com o de várias distribuidoras, que precisam se manter extremamente bem organizadas.

A seguir, saiba o que um software de gestão pode fazer por uma empresa distribuidora!

Aprimoramento das vendas

Gastar menos e lucrar mais é um lema seguido à risca todas as empresas. Faz todo o sentido. Afinal, trata-se de uma das máximas de uma gestão organizacional que proporciona bons resultados.

Em uma distribuidora, esse objetivo depende de um sistema capaz de atualizar todos os dados em tempo real. Na prática, isso significa que a equipe de vendas precisa olhar para um monitor e obter todas as informações necessárias.

A tela deve informar todas as quantidades disponíveis e o prazo de reposição dos itens que estiverem em falta. Esses procedimentos devem ocorrer o tempo todo e com a menor perda de tempo possível. Com um sistema efetivo, as vendas ganham dinamismo e, assim, a empresa amplia a sua receita.

Gerenciamento dos produtos mais vendidos

Qualquer empresa que trabalha com estoques precisa saber exatamente o que consta em depósito. Mas, além disso, ela também deve conhecer quais são as mercadorias de maior saída.

O objetivo consiste em evitar possíveis perdas de pedidos. Elaborar uma lista de pedidos manualmente é muito trabalhoso. Some-se a isso o risco de falha humana.

A partir da automação, os gestores serão notificados sobre a futura ausência de uma mercadoria com antecedência. Dessa maneira, fica mais fácil planejar novas compras, mantendo-as alinhadas com os avisos emitidos pelo controle de estoque.

O software calculará o tempo de notificação com base em alguns parâmetros, como:

– Volume da mercadoria disponível em estoque;

– Intervalo até o processamento das novas compras;

– Prazo para que o fornecedor consiga suprir o estoque;

– Quantidade de unidades vendidas por um determinado período (dia ou semana);

– Margem de segurança para que o produto realmente esteja disponível na distribuidora.

Melhoria da credibilidade perante os clientes

Toda a organização mencionada anteriormente reflete diretamente na qualidade de relacionamento entre a distribuidora e os clientes. Ninguém gosta de efetuar compras em locais confusos.

O cliente deseja apenas que o problema dele seja solucionado com agilidade. Ao entregar uma mercadoria em pleno estado de conservação e no tempo combinado, a distribuidora fideliza os clientes. Tudo isso só será possível se houver um sistema capaz de monitorar todo o fluxo de compras e vendas de mercadorias.

Atualmente, é inviável gerenciar um negócio apenas com um bloco de anotações e um lápis atrás da orelha. Da mesma forma, dispensar o valioso auxílio da tecnologia pode comprometer o fluxo operacional. Por isso, o uso de um software de gestão é primordial para manutenção da dinâmica operacional vivenciada por qualquer distribuidora.

Interessado em um software de gestão desenvolvido especialmente para a sua distribuidora? Explore o nosso site, conheça o Super SCE e conheça as nossas soluções customizadas!



Deixe uma resposta