Palestra sobre câncer de mama marca o Outubro Rosa da Rensoftware

Os colaboradores receberam orientação sobre prevenção, exames periódicos e hábitos saudáveis de vida

Em comemoração ao Outubro Rosa, mês de conscientização para o combate ao câncer de mama, a Rensoftware promoveu uma palestra de orientação para seus colaboradores, no último dia 11.

O médico mastologista da clínica Acreditar Tocantins, de Araguaína, Dr. Nader Suleiman, compartilhou com o público a importância dos cuidados e as formas de prevenção da doença. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é de 180 novos casos da doença no Tocantins em 2018.

O médico falou sobre os principais mitos e verdades do câncer de mama, além das causas da doença, sintomas, tratamento e prevenção.

“É muito importante reforçar essas informações para os colaboradores, pois ainda há muitas dúvidas sobre o câncer de mama. Foi uma manhã bastante produtiva, esperamos que as mulheres sejam motivadas a realizar os exames”, destacou o médico Nader.

A diretora financeira da Rensoftware, Aline Costa, ressaltou a necessidade dos colaboradores se manterem informados sobre a conscientização do Outubro Rosa.

“A preocupação com a saúde e o bem-estar dos nossos colaboradores é constante. Dentro da nossa programação, pensamos nesta palestra como forma de reforçar e conscientizar as mulheres, e homens também, sobre a importância de se observar mais e principalmente fazer o exame periodicamente. Nós da Rensoftware apoiamos fortemente essa causa”, disse.

Causas do câncer

A ingestão em excesso de bebida alcoólica, tabagismo, obesidade e sedentarismo são considerados um dos principais causadores do câncer de mama. Segundo o INCA, mulheres a partir dos 50 anos são mais propensas a desenvolver a doença. “Por isso precisamos passar informações as mulheres desde a juventude, para elas possam se cuidar desde cedo”, afirmou Nader.

Quebrando tabus

A recepcionista Priscilla Lunard achou a palestra enriquecedora. “Foi muito interessante. Acredito que tanto as mulheres, quanto os homens, também, aprenderam a importância da prevenção ao câncer. O assunto não pode ser mais considerado como um tabu pela sociedade, temos que disseminar essas informações”, pontuou Priscilla.



Deixe uma resposta