Nove dicas de como escolher um sistema de gestão

Muitas empresas procuram escolher um sistema de gestão – também conhecido como ERP – que se adeque às rotinas produtivas. Isso porque essas ferramentas digitais e integradas permitem inúmeros benefícios e, atualmente, são indispensáveis no setor empresarial. Contudo, muitos mitos rondam softwares do gênero e é preciso ficar atento.

Saber qual é a melhor ferramenta nesse sentido impede que sua empresa literalmente contrate um ‘gato por lebre’. Nesse artigo da Rensoftware, trazemos 10 dicas de como escolher um sistema de gestão. Assim, seja qual for seu setor de atuação, a decisão será assertiva e trará ótimos resultados ao negócio.

  1. Funcionalidades

Uma boa escolha do sistema de gestão passa pelas funcionalidades que ele oferece. Um mito comum é achar que os melhores são os que possuem mais ferramentas. Pelo contrário: sistema de gestão precisa ter as funcionalidades pontuais para o seu negócio, simplificando as rotinas e utilização do software.

  1. Tempo de mercado

Quanto mais tempo a empresa que oferece o sistema de gestão estiver no mercado, mais confiança e credibilidade ela passará para a sua contratação. Se necessário, veja os comentários dos clientes que já utilizam o ERP que deseja investir, tendo contundência na decisão.

  1. Cuidado com ofertas imperdíveis

Um mito comum é que todos os sistemas de gestão possuem funções parecidas e, assim, deve-se escolher o com melhor valor. ‘O barato sai caro’ quando sua empresa contrata um ERP com condições imperdíveis, pois há uma série de problemas, falta de funcionalidades e assistência técnica que irão comprometer seu uso.

  1. Área de atuação

Sim, um sistema de gestão feito sob medida para a área de atuação do seu negócio é a melhor opção em qualquer situação. Isso porque o software do gênero é pensado sob medida para as soluções internas da empresa.

  1. Ferramentas fiscais

A obrigação fiscal é indispensável atualmente. E, dessa forma, contratar um sistema de gestão que possua uma ferramenta de gerenciamento fiscal, que integre os processos contábeis de forma automatizada, gera mais produtividade e legalidade tributária.

  1. Suporte técnico

Outro motivo que mostra como escolher um sistema de gestão é o suporte técnico: se a empresa que te oferece o ERP possibilita um suporte e assistência técnica para sua necessidade, opte por ele. Em muitos casos, de dúvidas a problemas no software, é preciso de equipe especializada e que esteja de prontidão para te atender.

  1. Controle de estoque

Um sistema de gestão necessita ter um controle de estoque – seja um supermercado, agropecuária, farmácia, entre outros. Escolher um ERP nesse sentido, além de integrar com outros processos dentro da empresa, impede o extravio, perda e roubo de mercadorias estocadas, tudo por meio de um controle efetivo.

  1. Fácil e intuitivo

A interface, personalização e manuseio do sistema de gestão precisam ser fáceis e intuitivos. Isso porque essas características colaboram para que todos os setores e colaboradores da empresa possam utilizar dessa ferramenta de forma eficaz, aumentando a produtividade e eliminando a necessidade de retrabalho.

  1. Seguro

Por fim, uma característica indispensável: a segurança. Conheça como é feita a segurança de dados do software, principalmente das informações mais confidenciais. Um ERP bom nesse sentido precisa ter acesso liberado apenas às pessoas designadas pelo gestor.

Com as nove dicas de como escolher um sistema de gestão, que tal conhecer um que oferece todos os itens acima descritos e muito mais? Confira os conteúdos do nosso site e conheça as soluções sob medida para o seu negócio.



Deixe uma resposta