Como escolher o melhor sistema para controle de estoque?

Sabe quais os maiores problemas por não ter uma gestão de estoque eficiente? Você pode correr o risco de vender e prometer pronta entrega de produtos que estão em falta, ou esquecer-se de produtos que precisam ter saída mais rápida. Além disso, compra-se mais ou menos que o necessário. Também não há informação de cada entrada ou saída de produtos.

Não conferir a mercadoria no ato do seu recebimento é um grande erro: o fornecedor pode ter enviado mais ou menos, ou não exatamente a mercadoria pedida. Isso pode criar espaço para fraudes em notas fiscais e, consequentemente, problemas com o Imposto de Renda.

 Como melhorar?

Uma solução para melhorar a gestão de estoque é contratar um software de gestão, também conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning), que em português é Planejamento de Recursos Corporativos. Ele coloca, numa mesma plataforma digital, várias funcionalidades do dia a dia de uma empresa, o que permite melhor organização das informações, que podem ser atualizadas e comunicadas em tempo real, agilizando o trabalho de todos.

 O que um ERP precisa ter?

Há muitas opções no mercado para atender os mais diversos objetivos ou nichos. Para controle de estoque de varejo, o mínimo que um ERP deve ter é:

– Fluxo de caixa;

– Contabilidade;

– Tributação;

– Controle de pagamentos;

– O estoque em si.

Fora que para cada tipo de varejo existe um tipo de ERP. Por exemplo, enquanto a prioridade para um supermercado será o controle de fluxo de perecíveis e monitoramento dos preços praticados pelos concorrentes, para uma loja de roupas será saber quais peças estão vendendo mais em cada estação.

 Como escolher o melhor software de gestão?

É preciso saber escolher, para contar com a opção mais eficiente, em vez de algo que apenas gerará novos problemas, revelando-se dinheiro mal gasto. Aqui vão dicas para você conseguir tomar a melhor decisão:

– Opte por um ERP especializado na área de atuação da sua empresa.

– Pesquise tudo que sua empresa precisa: mesmo dentro do nicho de ERPs de varejo, pode ser que um software que sirva para uma empresa não atenda outra tão bem. Quais são os setores menos eficientes e como dá para resolver estes problemas? Como é a comunicação interna em sua empresa?

Faça uma lista das funcionalidades necessárias e veja qual software cobre o maior número delas. Neste momento é que você verifica se o seu negócio precisa de um software com mais ou menos funções.

– Como o software atende a seus clientes? Ele presta suporte técnico 24 horas por dia todos os dias? Comunica possíveis mudanças aos seus clientes? Possibilita teste por alguns dias antes da compra? Converse com outros usuários, ou pesquise comentários em sites como Reclame Aqui ou Procon.

– Tecnologia: como é a implementação no computador? Ou é um site na Internet? É fácil de aprender a usar? Como se integra com outros programas digitais da sua empresa?  Como é a versão para internet móvel? Possibilita armazenamento em nuvem? Permite que dados armazenados sejam modificados sempre que for necessário? Ele se atualiza constantemente? Tem um sistema de segurança para que informações da sua empresa sejam lacradas?

 



Deixe uma resposta